7º FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO - Secretária Nirlene Boeri integra delegação gaúcha presente no evento


A 17ª edição do Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação foi realizada ao longo da semana de 13 a 16 de agosto, em Mata de São João (BA), e recebeu participantes de todo o Brasil. Do Rio Grande do Sul, uma delegação de quase 50 pessoas, entre secretários municipais e técnicos das secretarias, participaram das atividades. Dentre eles, se fez presente a secretária municipal de Educação de Palmeira das Missões, prof. Nirlene Boeri, que também é vice-presidente da Undime RS.

 

A atividade teve a participação de cerca de 1.500 pessoas, que acompanharam conferências, mesas-redondas, minicursos e oficinas. Com o tema "Qualidade da Educação: financiamento, gestão e aprendizagem", o evento trouxe à tona assuntos ligados a este tripé, que sustenta a educação pública do Brasil. Para a secretária Nirlene Boeri, em um momento de grandes incertezas e muitos desafios no cenário da educação pública, é importante colocar em discussão todos os temas que afligem dirigentes, gestores e professores, procurando soluções para cada situação vivida no cotidiano das escolas”, explicou.

 

Entre os assuntos debatidos, destaque para o novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) como mecanismo de financiamento para a garantia da qualidade da educação. Nos quatro dias de programação, os participantes também discutiram questões sobre o futuro da educação básica, tais como ações intersetoriais na promoção da qualidade da educação, o processo de implementação da BNCC, além de políticas e programas para garantir o direito à educação e minicursos.

 

Realizado em um período de intensas discussões no que diz respeito ao financiamento da Educação, mais especificamente ao Fundeb, cujo prazo de vigência se encerra em 2020, o 17º Fórum Nacional da Undime é um momento determinante na formação de gestores e educadores, pois tradicionalmente consiste em um espaço democrático de debate sobre os cenários postos para a educação. A secretária Nirlene Boeri conclui enfatizando que é urgente a necessidade de se definir esse novo modo de financiamento. “É urgente termos um encaminhamento no sentido de um mecanismo que efetivamente permita o financiamento da educação básica, em todos os seus aspectos, pois os valores vigentes são reconhecidamente insuficientes para custeio do ensino de qualidade que tanto almejamos”, salientou.


17/08/2019