Segunda morte por H1N1 confirmada em Passo Fundo


A segunda morte por gripe H1N1 neste ano foi confirmada em Passo Fundo, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde. Um bebê de 1 ano e dois meses morreu pelo vírus da influenza A ainda no início de agosto. De acordo com o setor de vigilância epidemiológica da cidade, o bebê apresentava problemas respiratórios em razão de asma.

A criança havia feito a vacina contra a gripe durante a Campanha Nacional de Vacinação, mas necessitava de duas vacinas, num hiato de 30 dias, em virtude da pouca idade. O primeiro caso de morte no município, de um homem de 39 anos, havia sido confirmado em 2 de julho. Na oportunidade, o homem havia se vacinado.

Além das duas mortes, Passo Fundo conta com 11 casos confirmados de H1N1 e um caso de H3N2. Antes da confirmação, eram 110 casos suspeitos de gripe, em que apenas 11 se confirmaram. Em Carazinho não ocorreu nenhum óbito, mas foram confirmados dois casos de gripe H1N1.

De acordo com a a chefe do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Passo Fundo, Raquel Carneiro, apesar das duas mortes na região de abrangência da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), a situação é considera controlada.

“Infelizmente tivemos mais um óbito, mas estamos mantendo o controle com a chegada do frio, cuidando o acesso aos medicamentos nas farmácias, como o Tamiflu. Percebemos que o frio chegou mais tarde e está se estabelecendo”, declarou.

 

Diário da Manhã  Passo Fundo


16/08/2019