Menu

O Palmeirense Junior Giacometti é vice-campeão Francês de Fisiculturismo.

Disputando em Nice(França)  Marcos De Giacometti Júnior conquistou  no final de semana o troféu  de prata no Campeonato Nacional Francês de Fisiculturismo e garantiu seu passaporte para disputar o campeonato Europeu na Espanha, Arnold Classic Europe como  representante do país Francês .O palmeirense competiu na categoria Classico até 85kg, tendo uma preparação de aproximadamente  4 meses. JR Giacometti vem acumulando troféus , sendo Campeão de Estreantes em Santa Catarina, segundo lugar no Campeonato Catarinense e posteriormente figurou entre os 10 melhores (TOP 10)no Campeonato Brasileiro  em Brasília, quando representou o Estado de Santa Catarina. O atleta mora atualmente em Paris, França. Ao sair do Brasil, inicialmente foi contratado por uma academia em Dublin na Irlanda, permanecendo alguns anos no país sendo  transferido para a mesma rede de academias em Paris.

Agradecimentos

 Escreveu em sua página “É com muita satisfação que eu dedico este prêmio a pessoas maravilhosas que estiveram nos bastidores desta guerra. Minha esposa CAROL, meu alicerce central. Ao meu melhor amigo que esteve junto, mesmo sem ter ideia  como acontece o fisiculturismo Lucas Martins. Ao meu parceiro e amigo Rob Cota, que não me abandonou nem um minuto, sendo o meu mentor.Aos meus alunos  na França,Portugal e Brasil. Abrir a bandeira do meu estado foi um orgulho”.

O atleta teve milhares de mensagens postadas em sua página.

A Preparação de Fisiculturista.O que diz o professor Eder Lima

Na busca da perfeição física, não basta treinar seriamente, manter uma boa alimentação, usar técnicas corretas e possuir uma excelente estrutura genética; é fundamental que se atente para o três principais requisitos exigidos pelo fisiculturismo: volume muscular, definição muscular, definição muscular, simetria/harmonia muscular.

Na última década, detalhes visuais vêm se tornando em fatores decisivos na decisão dos resultados dos campeonatos de fisiculturismo. O volume muscular continua sendo o fator crítico na formação de um físico campeão, mas somente o volume muscular com harmonia associado a uma excelente definição é que leva o troféu.

Na tentativa de conseguir grande definição muscular, muitos atletas têm se enganado, preparando-se para a competição de maneira ineficiente e não salutar, porque lhes falta informação e/ou instrução do funcionamento do organismo humano.

Diversas pesquisas demonstram que por mais que se altere a dieta e o treinamento durante a última e decisiva semana antes da competição, não se conseguirá atingir o máximo da forma física a menos que se tenha treinado e alimentado de maneira correta ao longo do ano.

A última semana de preparação apenas ajuda a mostrar o físico em sua melhor forma. Sabe-se que numa dieta muito rigorosa, perde-se considerável quantidade de massa muscular junto com a indesejável gordura; o metabolismo torna-se deprimido e portanto menos eficiente para queimar a gordura e consequentemente perde-se energia para treinar intensamente.

Também é verdade que se deve chegar ao peso de competição (ou um pouco abaixo dele) pelo menos uma semana antes da competição. Ao invés de tentar emagrecer na última semana, deve-se tentar manter um nível relativamente baixo de gordura corporal durante todo o período de treinamento, o que facilitará muito quando do início do “cutting” (dieta visando a definição muscular para competição).

 

No comments

Deixe uma resposta

Quero receber as notícias em primeira mão.